Posts Destacados
Posts Recentes
Siga
  • Facebook Long Shadow
  • Google+ Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • LinkedIn Long Shadow

EXPORTAÇÃO BRASILEIRA DE VEÍCULOS TEM QUEDA DE 41%

VEICULOS.jpg

País vendeu ao exterior 334,5 mil unidades no ano passado. Produção nacional foi de 3,15 milhões de carros, ônibus e caminhões, 7% a menos do que em 2013.

A indústria automobilística brasileira exportou 334.501 veículos em 2014, 40, 9% a menos do que as 566.299 unidades embarcadas em 2013, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (08) pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Em dezembro, as vendas externas somaram 23,72 mil unidades, uma queda de 8,7% em relação a novembro e de 45,2% em comparação com dezembro de 2013. Os números incluem a comercialização de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

Segundo a Carta da Anfavea, publicação mensal da associação, no caso das máquinas agrícolas e rodoviárias, foram exportadas 13,74 mil unidades no ano passado, uma redução de 12,2% sobre 2013. O total embarcado de veículos desmontados (CKD) foi de 23.768 unidades, uma queda de 5,1% na mesma comparação.

No total, a receita das exportações da indústria ficou em US$ 11,52 bilhões, uma diminuição de 30,4% em relação a 2013. Em dezembro, o faturamento com os embarques foi de US$ 750 milhões, um recuo de 37,6% em comparação com dezembro de 2013.

O presidente da associação, Luiz Moan, declarou que a queda nas exportações é resultado, principalmente, da diminuição das vendas para a Argentina. “Esse país teve dificuldades macroeconômicas no ano de 2014, o que impactou no licenciamento de veículos importados, que foram apenas 683 mil veículos, ou seja, uma queda de 29% em relação ao mercado de 2013.”

Mercado interno

A venda de veículos no Brasil teve queda de 7,1% em 2014 na comparação com o ano anterior, com a comercialização de 3.498.012 unidades. Em dezembro, foram vendidas 370.028 unidades, com alta de 25,6% em relação a novembro. Na comparação com dezembro de 2013, houve aumento de 4,6%. Estes dados se referem a automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus nacionais e importados, sendo que a participação das importações foi de apenas 17,6%, a menor dos últimos três anos.

“Mesmo com a melhora em dezembro, as vendas foram insuficientes para reverter o desempenho no ano. Um ponto positivo foi a retomada do crédito a partir de setembro” disse Moan.

A produção caiu 15,3% no ano, com 3.146.118 novos veículos fabricados. “A queda da produção se alia à baixa exportação e à redução dentro do mercado interno. Tivemos dificuldades na produção, porque havia nível de estoque grande”, afirmou Moan.

Segundo a entidade, o setor deve fechar 2015 com as vendas internas repetindo os números de 2014, mas as exportações podem crescer 1% e a produção, 4,1%. A projeção da Anfavea para este ano reduz mais ainda a participação dos importados no mercado brasileiro, para 16%.

Fonte: http://www.exportnews.com.br/2015/01/exportacao-brasileira-de-veiculos-tem-queda-de-41/


Procure por Tags
Nenhum tag.